sexta-feira, 24 de julho de 2009

Reminiscência de meio século anterior

Eis que num papel pardo e já amarelado pelo tempo, desgastados por muitas idas e vindas, um bilhete de amor, escrito pelo meu avô para minha avó, fruto desse relacionamento que continua dando certo até hoje:
Reminiscência de meio século anterior:


“Curitiba, 18 de dezembro de 1958

Saudade
D.... é com maior prazer que mando esses cartões para você, como prova que sempre gostei de você, mas nunca deu certo de passear juntos, não sei se gosta de mim, porque sempre tem namorado, mas enfim mando esses cartões para você querida.

Se você quiser escrever para mim o endereço é este:
Rua: .......................
Aqui meu amor vai um abraço do teu e sempre querido
I....G....

18/12/58”

2 comentários:

Amynon disse...

Antigamente as coisas eram diferentes , acho que a pessoa era mais valorizada pois havia um maior respeito . Pena que valores assim tem se perdido com o tempo
Um Abraço !:)

Ana Martins disse...

Totalmente diferente de hoje a forma de escrever e de se dirigir aos outros, como diz Amynon, antigamente havia outro respeito e valorizavam-se muito os sentimentos, não deixava de ser bonito por isso!

Beijinhos,
Ana Martins

VISITAS DESDE 01/03/09